Conecte-se Conosco
Anuncie

Ji-Paraná

Seminário debate ações para garantir equilíbrio entre produção de alimento e meio ambiente

Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite indica áreas desmatadas de forma ilegal.

Publicado

em

Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite indica áreas desmatadas de forma ilegal

Durante a 11ª Rondônia Rural Show Internacional, realizada pelo governo do estado no período de 20 a 25 de maio, no município de Ji-Paraná, acontece o “Seminário de Agricultura de Baixo Carbono, Plano ABC+”, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri), marcado para o dia 23, objetivando apresentar e discutir com representantes do setor produtivo o método de trabalho, com metas e ações para o desenvolvimento de políticas públicas elencadas em oito eixos tecnológicos. O objetivo é garantir a produção sustentável na agropecuária e a redução das emissões de gases de efeito estufa.

O assunto deve atrair o interesse do público visitante, em razão das dificuldades pelas quais vem passando o agricultor e pecuarista, sobretudo aqueles com áreas embargadas ou com ocorrência no Projeto de Monitoramento do Desmatamento na Amazônia Legal por Satélite (Prodes), que indica áreas desmatadas de forma ilegal. Estas áreas são o ponto focal para implantação da maioria das tecnologias do ABC+.

Na última reunião de trabalho do Plano ABC+, o Grupo Gestor Estadual (GGE), formado por várias entidades, esteve reunido para tratar dos ajustes de metas e ações, estabelecendo como pauta a criação dos Subcomitês de Infraestrutura, Logística e Captação de Recursos. Tecnicamente, as tecnologias preconizadas no Plano ABC+ contribuem para redução de gases de efeito estufa, com práticas regulares de manejo na agropecuária, mas é necessária a injeção de recursos financeiros para implementação das ações nas propriedades rurais.

Sobre o Plano

Seminário de Agricultura de Baixo Carbono, Plano ABC+

O Plano ABC+ está retratado em oito programas:

Práticas para Recuperação de Pastagens Degradadas;
Sistemas de Plantio Direto;
Sistemas de Integração;
Florestas Plantadas;
Bioinsumos;
Sistemas Irrigados;
Manejo de Resíduos da Produção Animal; e
Terminação Intensiva.

Implementação do Solo

Para os técnicos envolvidos no projeto, a implementação desses eixos se mostra desafiador, tendo em vista que as metas são de grande importância para o setor primário do estado, solucionam questões de passivos ambientais e demandam grandes quantidades de recursos financeiros.

O Plano ABC+ foi apresentado pelo governador de Rondônia, Marcos Rocha, durante a última Conferência do Clima. Rondônia é um dos pioneiros a adotar e implementar as ações para redução dos gases de efeito estufa na Amazônia. “Precisamos produzir alimentos com qualidade, observando as boas práticas para proteger o meio ambiente e o equilíbrio de nosso clima”, ressaltou.

Grupo Gestor Estadual

O titular da Secretaria de Estado da Agricultura, Luiz Paulo, defendeu a coesão do grupo gestor e o fortalecimento das entidades envolvidas, com o intuito de desenvolver as metas estabelecidas no Plano ABC+. “Rondônia está no caminho certo da produção, sem agredir o meio ambiente”, pontuou.

O Grupo Gestor Estadual é formado pelas seguintes instituições:

Secretaria de Estado da Agricultura (Seagri): coordenadora do grupo;
Superintendência Federal de Agricultura do Ministério da Agricultura e Pecuária (SFA/Mapa);
Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron);
Empresa Estadual de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Rondônia (Emater-RO);
Secretaria de Estado de Planejamento, Orçamento e Gestão (Sepog);
Secretaria de Estado do Desenvolvimento Ambiental (Sedam);
Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa);
Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac);
Federação de Agricultura e Pecuária do Estado de Rondônia (Faperon);
Organização das Cooperativas Brasileiras no Estado de Rondônia (OCB/RO);
Centro de Estudos Rioterra;
Instituo Federal de Rondônia (Ifro);
Universidade Federal de Rondônia (Unir);
Companhia Nacional de Abastecimento (Conab);
Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Rondônia (Aprosoja/RO);
Instituto Brasileiro de Desenvolvimento e Sustentabilidade (Iabs),
Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae);
Instituições financeiras; e, conta com o apoio da Agência de Cooperação Técnica Alemã-GIZ.

Rondônia Rural Show Internacional
Últimas notícias de Ji-Paraná, Ro e região

Folha de Ji-Paraná
Fotos: Gerson Costa e Jean Carla Costa
Da Redação Ananda Carvalho e Daiane Mendonça
Secom – Governo de Rondônia

Ji-Paraná

Duplicação da Avenida Brasil em Ji-Paraná: Obras em Andamento

Acompanhe o progresso das obras de ampliação e revitalização da Avenida Brasil.

Publicado

em

Duplicação da Avenida Brasil em Ji-Paraná: Obras em Andamento

A Avenida Brasil, uma das principais vias comerciais de Ji-Paraná, está passando por um processo de revitalização e expansão de pistas. Com um investimento de mais de 10,6 milhões de reais, as obras, financiadas pelo Governo Federal em parceria com a Prefeitura, abrangem o trecho entre a rua Cedro (T-23) e a entrada do loteamento Park Brasil. A via é crucial para o acesso a diversos bairros, ao Aeroporto e ao distrito de Nova Colina.

A primeira fase da obra, que abrange cerca de 700 metros da via e inclui a renovação da superfície asfáltica, a construção de calçadas e meio-fios, está quase concluída, após dois meses de trabalho. A execução está a cargo de uma empresa contratada, com supervisão da Prefeitura de Ji-Paraná, através da Secretaria Municipal de Planejamento (Semplan).

Atualmente, os esforços concentram-se na limpeza das margens da via, com planos para ampliação das galerias sobre o igarapé Nazaré e aterramento para nivelar os pontos mais baixos. Com o clima favorável, a obra está avançando em ritmo acelerado. Embora o prazo contratual estipule a conclusão para novembro de 2025, a empresa responsável almeja terminar ainda este ano.

O secretário de Planejamento, Pedro Cabeça Sobrinho, explicou que, inicialmente, o projeto contemplava a duplicação das pistas até o aeroporto José Coleto. No entanto, ajustes foram necessários, incluindo a implantação de aterros. Com as mudanças, o trecho afetado foi reduzido até a entrada do loteamento Park Brasil. A empresa Pavifenix, vencedora da licitação, será responsável também pela criação de uma rotatória no final do trecho ampliado.

O objetivo principal dessas obras é melhorar a fluidez do tráfego, garantindo segurança tanto para veículos quanto para pedestres. O projeto visa renovar e modernizar cerca de 2 quilômetros dessa importante avenida da cidade, contribuindo para a melhoria da mobilidade urbana em Ji-Paraná.

Acompanhe as últimas notícias de Ji-Paraná
Acompanhe as últimas notícias Policiais de Rondônia

Da Redação
Folha de Ji-Paraná
Fotos: Chico Limeira

Continue Lendo

Notícias

Escolas de Ji-Paraná Recebem Reconhecimento por Qualidade Educacional

Saiba mais sobre o reconhecimento das escolas de Ji-Paraná pelo desempenho excepcional, premiadas pela Semed.

Publicado

em

Escolas da Rede Municipal de Ensino de Ji-Paraná foram reconhecidas por sua qualidade educacional durante o Seminário de Resultados do Sistema de Avaliação Educacional de Rondônia (Saero) e o Programa de Alfabetização de Rondônia (Proalfa). A premiação, promovida pela Secretaria de Estado da Educação (Seduc), ressalta o avanço no ensino das unidades escolares como Jamil Vilas Boas, Menino Jesus, Ulisses Matosinho, Moisés Umbelino e Irineu Dresch.

O Secretário Municipal de Educação, Elecimar Batista, expressou sua satisfação com o desempenho das escolas municipais, enfatizando o estímulo para continuar investindo em ferramentas que promovam o desenvolvimento do ensino e aprendizagem no município.

A Superintendente de Ensino de Ji-Paraná, Amanda Capelazo, destacou que as avaliações do Saero foram conduzidas no segundo semestre do ano anterior, com todas as escolas avaliadas nos diferentes anos letivos. As escolas Jamil Vilas Boas, Ulisses Matosinho, Menino Jesus e Nova Aliança foram reconhecidas por seu desempenho exemplar em diferentes níveis de ensino.

Além disso, durante a cerimônia de entrega do prêmio em Porto Velho, ocorreu a entrega do Prêmio Excelência com Equidade, do Proalfa, ressaltando o compromisso com a qualidade educacional em todos os níveis de ensino.

A premiação não apenas reconhece o trabalho das escolas, mas também incentiva a busca por uma educação de qualidade, beneficiando diretamente a sociedade. Os valores concedidos às escolas premiadas variaram de acordo com o número de alunos matriculados, demonstrando o compromisso com a equidade no reconhecimento do mérito educacional.

A cerimônia de premiação das escolas destacadas pelos prêmios Saero e Proalfa acontecerá no dia 13 de junho, em Ji-Paraná, no auditório Leila Barreiros, no primeiro distrito.

Acompanhe as últimas notícias de Ji-Paraná
Acompanhe as últimas notícias Policiais de Rondônia

Da Redação
Folha de Ji-Paraná
Texto: Leandro Pereira
Fotos: Acervo Semed

Continue Lendo

Ji-Paraná

Processo Seletivo em Ji-Paraná: Vagas para Fonoaudiólogos e Terapeutas Ocupacionais com salários de até R$ 3.542,09

Prefeitura de Ji-Paraná abre seleção para contratação de profissionais de saúde no CER.

Publicado

em

Prefeitura abre processo seletivo para contratação de Fonoaudiólogos e Terapeutas Ocupacionais

A Prefeitura de Ji-Paraná, por meio da Secretaria Municipal de Administração (Semad), abriu Processo Seletivo Simplificado para contratação emergencial e temporária na Saúde. As vagas são para Terapeutas Ocupacionais e Fonoaudiólogos. Os profissionais serão lotados no CER – Centro Especializado em Reabilitação, com o objetivo de ampliar e melhorar o atendimento à população.

Através do processo seletivo serão ofertadas quatro vagas para o cargo de fonoaudiólogo, com carga horária de 40 horas semanais e salário de R$ 3.542,09, e cinco vagas para o cargo de terapeuta ocupacional, com carga horária de 30 horas semanais e salário de R$ 2.656,57. As vagas são destinadas a profissionais com formação superior, que serão convocados a partir da primeira semana de julho. O contrato será de 12 meses, podendo ser prorrogado ou rescindido previamente.

As inscrições para o processo seletivo começam nesta quarta-feira (12) e encerram na quinta-feira (13). Todas as fases das inscrições ocorrerão exclusivamente via internet, por meio do endereço eletrônico [email protected]. As inscrições serão realizadas com o envio do formulário de inscrição disponibilizado, devidamente preenchido com toda a documentação pessoal e de qualificação exigida, e curriculum vitae.

O Processo Seletivo será realizado em etapa única, de caráter eliminatório e classificatório. Todas as publicações previstas no edital serão realizadas no portal oficial do Município de Ji-Paraná/RO, no site www.ji-parana.ro.gov.br, no Diário Oficial do Município, bem como em outros meios de divulgação.

“É a Prefeitura de Ji-Paraná honrando o seu compromisso com a população de fortalecer, cada vez mais, o seu quadro profissional para atender de forma digna e humana os munícipes”, disse Jônatas França, secretário municipal de Administração.

Acompanhe as últimas notícias de Ji-Paraná
Acompanhe as últimas notícias Policiais de Rondônia

Da Redação
Folha de Ji-Paraná
Texto: Leandro Pereira
Fotos: Acervo CCS

Continue Lendo
Publicidade
Publicidade

Política

Tendência